Fitoterapia: As Sete Fases da Vida (Crianças)

Veja algumas dicas sobre uso de ervas na segunda fase da nossa vida. *

Cheia de energia, boa disposição e risos, a infância é o tempo ideal para as brincadeiras despreocupadas, as descobertas, a alegria e a aprendizagem. É evidente que nem sempre é assim, pois também as crianças sofrem de tensão da escola, das separações familiares e da prepotência. Nessas alturas, tônicos e misturas relaxantes fracas podem ser de grande utilidade. No geral, as crianças são notavelmente saudáveis e as doenças costumam ser benignas e pouco debilitantes. Pelo menos nos países desenvolvidos, poucas são as que sofrem doenças perigosas. As plantas medicinais são ideais para tratar as perturbações das crianças, embora nem sempre seja fácil convencê-las a tomarem remédios amargos.

Tratamentos preventivos:

Plantas medicinais:

Gengibre: erva de gosto agradável, útil para evitar o enjoo em viagem, excelente remédio para as constipações vulgares e calmante para perturbações digestivas. Dar cristalizado ou em biscoitos, como alternativa às cápsulas.

Anis: bom remédio para prisão de ventre, excelente tônico e crianças apreciam geralmente o seu gosto adocicado. Dar dez gotas de extrato até três vezes ao dia.

Agrião: rica em cálcio e em outros minerais, constituem um nutritivo suplemento alimentar, utilizar na confecção dos alimentos, em salada e com cereais do desjejum.

Vitaminas e minerais:

Magnésio: a deficiência deste mineral pode provocar câimbras, falta de apetite, insônia e transtornos de comportamento. Dar um suplemento diário até 800mg. A banana é muito rica em magnésio.

Zinco: a deficiência deste mineral é vulgar durante a infância e provoca uma vasta gama de problemas, incluído dislexia, transtornos de crescimento, dores nas pernas e insônia. Dar um suplemento diário de 50mg.

Vitamina B: as deficiências desta vitamina, especialmente das B1 e B6, podem provocar agitação, fadiga e dificuldades de aprendizagem. Fazer a criança seguir uma dieta saudável e dar um suplemento diário com 10- 20mg de B1 e 1-2mg de B6. Levedo é uma fonte muito rica em vitamina B.

Perfil de saúde:

A escola não é apenas o lugar onde as crianças aprendem, mas sim de onde trazem infecções e infestações, como varicela e piolho. Uma criança saudável, que come bem e apanha bastante ar fresco, está protegida contra esses ataques e não tem tanta necessidade de antibióticos, o que evita problemas no sistema imunológico nas fases seguintes da vida.

Gripes e infecções:

Um dia inteiro dentro de uma sala pouco arejada, seguido de horas a brincar com jogos de computador, é a maneira certa de arranjar catarros, narizes entupidos e infecções. O sistema imunológico da criança é geralmente forte, mas as gripes constantes e o uso repetido de antibióticos depressa o enfraquecem.

Ervas:

  • Dar uma xícara de tansagem (20g de erva seca em 500 ml de água), adoçada com um pouco de mel.
  • Para combater os resfriados e o catarro, dar de 10 a 20 gotas de tintura de equinácea em suco de fruta diariamente, para fortalecer o sistema imunológico e combater as infecções.

Tosse:

Violeta: um xarope de violetas resulta especialmente benéfico para as crianças em caso de catarro bronquial e de gripe. Acalma a tosse, fludifica as secreções bronquiais e favorece a sudoração infecções da garganta: em caso de estomatites, gengivites, amidalites e laringites.

Xixi na cama:

A ansiedade, as infecções e tendências herdadas podem ser a causa do xixi na cama. Pode ser preciso muito carinho quando o problema está relacionado com insegurança, provocada, por exemplo, por mudança de escola ou de casa.

Ervas:

  • Dar 5-10 gotas de tintura de ambauba em água morna 20 minutos antes de deitar.
  • Para infecções ou irritações na bexiga, dar uma xícara de barbas de milho (5g respectivamente de erva seca em 200 ml de água), 90 minutos antes de deitar. Juntar suco de fruta para perfumar, se necessário.

Piolhos:

Os piolhos são vulgares em muitas escolas. Procurar os ovos no couro cabeludo, especialmente perto da nuca.

Ervas:

  • 50g de arruda em ½ litro de água fervente. Depois de frio, lavar a cabeça deixando molhada por 2 horas.

Distúrbios digestivos:

Excitação, comer de mais, tensão de antibióticos são as causas prováveis de transtornos digestivos e diarreia. Os ataques de bílis – náusea e vômitos – durante a infância podem ser precursores de enxaquecas em outras fases da vida e estar ligados a sensibilidade a certos alimentos.

Ervas:

  • Dar bastante líquidos quando houver diarreia, a fim de combater a desidratação; experimentar suco de groselha, por exemplo.
  • Para a náusea e a diarreia crônica dar uma xícara de decocção de gengibre (20g de raiz em 600 ml de água).
  • Para problemas relacionados com excitação, tensão ou sensibilidade com certos alimentos, dar uma xícara de chá de erva-cidreira e boldo (erva-hepática). Feito com 10g de cada uma das ervas secas em 500 ml de água.

Pancadas:

Os golpes esfoladelas são inevitáveis durante a infância. Mantê-los limpos e evitar que a criança arranque as crostas.

Ervas:

  • Lavar as esfoladelas do centro para fora com 5 ml de tintura de maravilha (calêndula) em 500 ml de água fervida. Aplicar a seguir uma compressa e prende-lo com adesivo.
  • Pôr pomada de calêndula ou de arnica nos ferimentos.

    *Fonte: ISCINA

Gostou? Na Vitarium existem profissionais que podem te ajudar!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.