Fitoterapia: As Sete Fases da Vida (Aposentados)

Hoje em dia, a aposentadoria marca um novo começo, uma oportunidade para viajar por lugares exóticos ou criar novos interesses e passatempos. Contudo, não chega sempre sem problemas, pois trata- se de uma altura para um reajustamento primordial, que as pessoas viciadas em trabalho muitas vezes acham difícil. Abandonar a posição e a camaradagem do trabalho ou aprender a viver com um rendimento reduzido pode conduzir à depressão e à falta de auto- estima. É essencial manter uma atitude positiva perante a vida. Recentes investigações associaram os problemas da próstata e a osteoporose com um estilo de vida secundário, pelo que o exercício suave, agradável, como os passeios a pé, boliche, o golfe, a jardinagem e o ciclismo, é importante para ambos os sexos.

Plantas medicinais:

Alho: Especialmente valioso para ajudar a manter a saúde à medida que se aproxima a velhice. Utilizar bastante ao cozinhar os alimentos ou tomar 2 cápsulas por dia.

Canela: Reduz o teor de açúcar no sangue e é um bom tônico para a má circulação. Comer polvilhada em torradas.

Matricária: É um tônico para o coração e um suave sedativo. Tem ainda um efeito reconstituinte nos órgãos reprodutores femininos. Tomar regularmente uma xícara de uma infusão vulgar.

Vitaminas e Proteínas:

Vitamina C: Presentes na fruta fresca e nos legumes, é importante para todos, mas as pessoas que sofrem de reumatismo beneficiam-se especialmente tomando uma dose alta (4g por dia), pois elimina o ácido úrico do organismo e acalma a artrite gotosa.

Selênio: É um antioxidante que evita a destruição das células. Julga- se ainda que ajuda a manter o coração e os músculos saudáveis. Tomar 100 a 200mg por dia.

Vitamina B1 (tiamina): A deficiência desta vitamina está ligada a problemas cardíacos. Tomar 50mg por dia.

Perfil da saúde:

Quando o corpo envelhece, a frustração das dores nos braços, nas pernas, a falta de energia, a insônia ou a falta de vista podem ser assustadoras. Aceitar que as nossas energias físicas vão gradualmente diminuindo mas manter-nos mais saudáveis e gozar cada dia é uma lição muito importante . Esta fase da vida é uma altura em que todo o abuso físico cria raízes: décadas de uma dieta inadequada, por exemplo, e o uso habitual de laxantes pode provocar até uma diverticulite.

Angina Pectoris:

A angina, relacionada com a doença das coronárias, caracteriza-se por dores agudas no peito, braços, ombros ou no pescoço. É essencial ser tratada pelo médico, mas pode ainda ser ajudada com plantas medicinais.

Ervas:

  • Se um alto nível de colesterol é um fator contribuinte, tomar 4 cápsulas de 200mg de alho ou 2 dentes por dia.
  • 2 cápsulas de espirulina ou lecitina de soja.

Lumbago e ciática:

A dor ciática pode ir desde o fim das costas até a parte de trás do joelho e é muitas vezes aumentada por trabalhos excessivos, por exemplo, de jardinagem. Lumbago é o termo aplicado à dor na parte inferior das costas.

Ervas:

  • Ditar óleos de pinho, de arnica e de hortelã-pimenta – 5 gotas de cada – no banho à noite e a aproveita- lo durante um bom tempo. Misturar os mesmos óleos em 10ml de óleo de hipericão em infusão e massagear suavemente as zonas afetadas.

Diabetes tardia:

A tendência para esta doença pode ser hereditária, mas pode também ser provocada pela obesidade e uma vida inteira de grande consumo de açúcar. Os sintomas incluem uma sede excessiva, fadiga e aumento da urinação. É vital consultar um médico.

Ervas:

  • Tomar uma cápsula de 200ml de chromo picolinate 2 vezes por dia antes das refeições.
  • Beber uma xícara de infusão vulgar de partes iguais de pata de vaca e folhas secas de quebra-pedra 3 vezes por dia.
  • Comer bastante alho ou tomar 2 ou 3 dentes por dia.

Hemorróidas:

Banho de assento: Com chá misto de sabugueiro com pau d’ arco durante 20 minutos. Por via oral tomar 1 xícara 2x ao dia.

Em caso de crise hemorroidal os melhores resultados são obtidos combinando durante 3 dias as ações curativas da uva em todas suas formas.

  1. Tisanas: com decocção de suas folhas 50g por litro de água. Tomar 3 xícaras diariamente antes das refeições.
  2. Banho de assento com a mesma decocção acima.

*Fonte: ISCINA

Gostou? Na Vitarium existem profissionais que podem te ajudar!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.